Sescoop/PB forma quinta turma do Aprendiz Cooperativo



A rigor, foram mil horas de aulas teóricas e práticas sobre assuntos como Cooperativismo, Empreendedorismo, Administração, Matemática Financeira, dentre outros conteúdos. Mas a rotina do Aprendiz Cooperativo envolve também momentos de descontração, amizades e experiências que, certamente, ficarão marcadas na vida dos 32 jovens concluintes da quinta turma do Programa na Paraíba. Para celebrar este ano de intenso aprendizado, o Sistema OCB/SESCOOP-PB promoveu uma solenidade de formatura que reuniu representantes de cooperativas parceiras, professores e familiares dos aprendizes.

A mesa do evento foi formada pelo superintendente do Sistema OCB/SESCOOP-PB, Pedro D’Albuquerque; a gerente de Desenvolvimento de Cooperativas, Ana Margarida Formiga; o representante da diretoria da Central Sicredi N/NE, Marcos Barbosa; a coordenadora de Desenvolvimento Humano da Unimed João Pessoa, Eliane de Jesus; a gerente administrativa da Comseder, Patrícia Morais; e a professora homenageada, Isabele Medeiros.

Após as falas dos componentes da mesa, o orador da turma, Luan Henrique dos Santos Costa, fez um discurso em homenagem aos colegas e falou sobre a importância do curso para os aprendizes. Também discursaram a professora Heliana Barros e a coordenadora do programa Aprendiz Cooperativo em 2018, Djane Queiroz. A solenidade foi encerrada com a entrega dos certificados e o descerramento da placa com os nomes dos formandos. Após o evento, um almoço foi servido para os participantes.

Aprendizado para a vida

Entre os concluintes do curso de Auxiliar Administrativo estava a jovem Rayssa Kelly de Oliveira Nascimento. Aprendiz no setor de Recursos Humanos da Unimed João Pessoa, ela vive sua primeira experiência no mercado de trabalho. “O Programa foi muito importante nesses 11 meses porque deu um apoio na parte teórica e prática. Tudo o que a gente viu dentro do curso, a gente levava para a cooperativa. Foi muito importante tanto no aspecto pessoal, como profissional. No aspecto pessoal, eu pude vivenciar mais a parte de inteligência emocional, sobre organização, responsabilidade, entender como funcionam os prazos. Vou levar isto para minha vida inteira”, afirmou.

A professora Isabele Medeiros, que ministrou as disciplinas de Formação Humana e Auxiliar Administrativo, foi homenageada pela turma. “Me sinto muito feliz porque eu vejo que a missão está sendo cumprida. Eu não levo para os alunos apenas os assuntos que são estipulados, mas procuro deixar reflexões que levem para o resto da vida”, comentou.

Oportunidades para aprendizes

Ao abrir o evento, o superintendente do Sistema OCB/SESCOOP-PB, Pedro Albuquerque, lembrou que o Programa foi implantado há cinco anos na Paraíba para atender a Lei 10.097/2000, também conhecida como Lei do Aprendiz, que trata da contratação de jovens aprendizes por empresas que se enquadram nos critérios de médio e grande porte. “Além da obrigatoriedade de atender à Lei da Aprendizagem, o Programa é parceiro das cooperativas nesta tarefa tão importante que é abrir as portas do mercado de trabalho para estes jovens”, comentou.

O presidente do Sistema OCB/SESCOOP-PB, André Pacelli, também rememorou a implantação do Aprendiz Cooperativo e falou sobre as perspectivas de ampliação. “Este Programa não existia quando nós assumimos o Sistema OCB/Sescoop na Paraíba. Em aproximação com as cooperativas, nós identificamos a necessidade do ponto de vista legal e de qualificação destes jovens. O Programa gera todo um valor na formação deles e isto fica para o resto da vida. É um conhecimento do cooperativismo que eles vão multiplicar e ter condições de incrementar em suas atividades. A gente fica muito feliz com a formação desta quinta turma, com a expectativa de, quem sabe, ampliar para outras cidades como Campina Grande”, afirmou.

Programa já formou 130 jovens

A gerente de Desenvolvimento de Cooperativas, Ana Margarida Formiga, lembrou em sua fala que o Programa formou 98 jovens no curso de Auxiliar Administrativo, de 2014 a 2017. “Com os 32 alunos que estamos formando hoje, totalizamos 130 jovens que foram capacitados pelo Programa Aprendiz Cooperativo. E é sempre uma grande alegria para nós, quando visitamos as cooperativas e encontramos alguns destes ex-alunos já trabalhando. Isso mostra que o Programa está cumprindo o seu papel”, comentou.

A coordenadora de Desenvolvimento Humano da Unimed João Pessoa, Eliane Cristina Silva de Jesus, conta que na cooperativa é grande a chance do jovem ser admitido após o período de aprendizagem. “Hoje nós temos um índice de retenção de 70% dos aprendizes porque nós já selecionamos os aprendizes com foco nas competências dos cargos que a gente já entende que tem possibilidade absorção ao final do Programa”, afirma.

Para Karla Martins, auxiliar administrativo da Central Sicredi N/NE, o Programa Aprendiz Cooperativo oferece uma visão mais ampla de mercado para os jovens. “Eles aprendem os princípios do cooperativismo, que podem ser empregados não só na vida profissional, mas na vida como um todo”, ressalta. Segundo ela, os aprendizes quando não são absorvidos no quadro funcional da Central, acabam indo para outras filiais.

A gerente administrativa da Comseder, Patrícia Morais, ressaltou a importância da parceria com o Sistema OCB/SESCOOP-PB. “Já faz um tempo que a gente tem essa experiência com os jovens aprendizes. É bastante gratificante para a gente e para a cooperativa. Eles passam por cada setor e aprendem um pouco. O Programa é ótimo e a gente tem muito agradecer à OCB e ao Sescoop por essa parceria”, afirmou.


Comentários

Comentar

4714
Fale com o Sistema OCB/PB