Diversão e emoção no Encontro Estadual do Cooperjovem



Uma manhã para celebrar as conquistas de mais um ano letivo, reconhecer talentos e brincar. A edição 2018 do Encontro Estadual do Programa Cooperjovem teve ares de festa infantil, com muita diversão e momentos que emocionaram um público de mais de 100 pessoas. Participaram do evento representantes de cooperativas parceiras, educadores, crianças e adolescentes que estudam em 14 escolas públicas das cidades de João Pessoa, Campina Grande, Boqueirão, Cabaceiras, Pedras de Fogo, Conde e Santa Rita. 

O momento mais esperado foi a revelação das vencedoras do Prêmio Estadual de Redação do Cooperjovem cujo tema foi “Consumo e Produção Responsável: sociedades sustentáveis por meio da cooperação". Ao todo, o concurso teve 36 redações inscritas e as finalistas foram seis alunas de escolas dos municípios do Conde, Campina Grande e Pedras de Fogo.

O presidente do Sistema OCB/SESCOOP-PB, André Pacelli, elogiou os projetos desenvolvidos nas escolas, agradeceu o apoio das cooperativas parceiras e falou sobre a importância do Prêmio Estadual de Redação do Programa. “O Cooperjovem já é executado, com sucesso, há muito tempo na Paraíba. Tivemos em várias ocasiões alunos premiados em nível nacional, num concurso que foi encerrado nacionalmente. Mas nós mantivemos o Prêmio em nível estadual como forma de estimular os alunos a desenvolverem trabalhos sobre temas relacionados ao Cooperativismo, como responsabilidade social e consumo consciente, que é o caso deste ano”, afirmou.

O superintendente Pedro Albuquerque lembrou que o Programa foi implantado na Paraíba no ano 2000 e ressaltou a importância do trabalho realizado em sala de aula pelos professores e gestores escolares, sem os quais o Cooperjovem não existiria. Também prestigiaram o evento: o presidente da Uniodonto João Pessoa, Tertuliano de Brito Neto; o gerente e a colaboradora da Central Sicredi N/NE, Marcos Barbosa e Sara Azevedo, respectivamente; e a representante da Unimed João Pessoa, Maricélia Borba.

 

Emoção e reconhecimento

 

Muitos risos e também lágrimas de alegria marcaram a revelação das vencedoras do Prêmio Estadual de Redação do Cooperjovem. Sem dizer o nome das finalistas, integrantes da comissão julgadora começavam a ler as redações. Já nas primeiras linhas, as meninas reconheciam seus textos e comemoravam. As alunas foram premiadas com smartphone, tablets e bicicletas, doados pelas cooperativas Unimed João Pessoa, Central Sicredi N/NE, Sicredi João Pessoa, Uniodonto João Pessoa e Sicoob Central Nordeste.

A importância da reciclagem foi o foco da redação da estudante Thayla Nanda dos Santos, da Escola Municipal João Gomes Ribeiro, da cidade do Conde. Ela foi uma das vencedoras da categoria 1 (do 1º ao 4º do Ensino Fundamental). “Eu tentei fazer uma redação que falasse do que a gente está vivendo, sobre não reciclar, que muitas pessoas não reciclam”, comentou.

Também moradora do Conde, a aluna Wilma Bernardo da Silva, da Escola Municipal Lina Rodrigues do Nascimento, foi uma das três finalistas da categoria 2, com uma redação que abordou além do consumo consciente, a questão do respeito ao próximo. “A minha redação vinha com o tema ‘Aprendendo com o outro’, porque no mundo em que vivemos as pessoas não estão mais respeitando a opinião dos outros e só pensam em si”, disse.

 

Confira as finalistas:

 

 

CATEGORIA 1

ALUNOS

ESCOLA

MUNICÍPIO

Maria Clara de Sousa Pereira

Escola Municipal Epitácio Pessoa

Pedras de Fogo

Marina Medeiros dos Santos

Escola Mun. Prof. Luzia Dantas

Campina Grande

Thayla Nanda Maria dos Santos Delgado

Escola Municipal João G. Ribeiro

Conde

CATEGORIA 2

ALUNOS

ESCOLA

MUNICÍPIO

Wilma Bernardo da Silva

Escola Municipal Lina Rodrigues do Nascimento

Conde

Ana Carla do Ramo de Jesus Silva

Escola Municipal Professora Noêmia Alves de Souza

Conde

Maria Luiza Monteiro dos Santos

Escola Municipal Lina Rodrigues do Nascimento

Conde

         

Resultados do Programa

A professora Rita de Cássia leciona a disciplina de História na Escola Municipal Professora Noêmia Alves de Souza, na cidade do Conde. Ele acompanha o Programa Cooperjovem, desde sua implantação na escola, no ano de 2015. “Houve uma melhora na educação dos meninos, no comportamento, na acessibilidade da família à escola, a gente conseguiu aproximar. Nessa aproximação, a gente conseguiu diminuir a briga entre os alunos, conflitos, bullying. É um projeto que veio para somar com o que a gente já fazia”, avaliou.

A analista de Cooperativismo e Monitoramento do Sescoop/PB, Josilma Beltrão, explica que as escolas trabalham com o Cooperjovem a partir de suas necessidades pedagógicas. “O Cooperjovem é um programa nacional, edificado sobre três pilares: a escola, a cooperativa e o Sescoop. O objetivo é começar a trabalhar a cooperação na base, que é a escola. Na Paraíba, nós estamos em 17 escolas e temos mais de 5.300 alunos que são beneficiados e o resultado é a redução significativa da violência, bem como o compromisso deles com a cooperação e com o aprendizado”, destacou.


Comentários

Ava Ligia

Ava Ligia   14/12/2018 às 07h18min

Parabens ao Sescoop por valorizar e incentivar nossos alunos e professores. Parabens pela grandiosa festa, nossos alunos ficaram encantados!

Comentar

8884
Fale com o Sistema OCB/PB