Cooperativismo marca presença na 51ª EXPAPI



Laticínios, ovos, frangos caipiras e produtos naturais como farinha de gergelim, linhaça e chia são alguns dos produtos de cooperativas paraibanas que os visitantes vão encontrar na 51ª Exposição Paraibana de Animais e Produtos Industriais (EXPAPI). Aberta ontem (20), a feira acontece no Parque de Exposição Carlos Pessoa Filho, em Campina Grande, até o próximo domingo (27).

O Sistema OCB/SESCOOP-PB é parceiro do evento e montou um estande no qual ficarão expostos produtos da Cooperativa Mulheres em Ação, Cooperativa Paraibana de Avicultura e Agricultura Familiar (Copaf) e Cooperativa Agropecuária do Cariri (Coapecal). O superintendente Pedro Albuquerque participou da abertura do evento, representando o presidente André Pacelli, juntamente com técnicos do Sistema.

“Nos últimos anos, o Sistema OCB/SESCOOP-PB têm participado destas feiras, por meio de parceria com o Governo do Estado, através da Secretaria da Agricultura, e com outras instituições como o Sistema Faepa/Senar, Emater e Emepa. Dentro desta parceria, a gente viabiliza a participação de cooperativas registradas na OCB/PB em eventos que oferecem visibilidade aos seus produtos e serviços e proporcionam oportunidade de negócios”, comentou Pedro Albuquerque.

O superintendente reforçou que, ao longo do ano, o Sistema participará de outras feiras como parceiro. “Vamos estar em eventos a exemplo da Fenemp (Feira de Negócios e Empreendedorismo da Paraíba) e Paraíba Agronegócios, oferecendo espaço para as cooperativas mostrarem seus produtos e serviços”.

 

Mais visibilidade para cooperativas

Para as cooperativas expositoras, o evento funciona como uma vitrine para os produtos e para o cooperativismo. “É uma oportunidade muito boa para divulgar nossos produtos, nossa marca e o papel das cooperativas no nosso estado. A expectativa é de fazer uma boa divulgação para os visitantes da feira”, afirma Kaellyne Aires, que setor Financeiro e Administrativo da Copaf. A cooperativa está apresentando ovos e frangos caipiras na EXPAPI.

Iogurtes, doces, requeijão e outros itens compõem o mix de produtos lácteos que a Coapecal/Cariri levou para a feira. Para a assistente-administrativa Geane Caetano, o evento aproxima a cooperativa do público consumidor. “Eu acho importante porque tem pessoas que não tem tanto conhecimento do que é uma cooperativa. Às vezes, o pessoal conhece o produto, mas não sabe da história ou de onde vem”, comentou.

A cooperativa Mulheres em Ação também participa da feira com produtos como farinhas de linhaça dourada e de gergelim, chia e multimistura. “Este evento tem uma grande importância, pois ajuda a divulgar os nossos produtos. Em Campina, o nosso produto já é bastante conhecido, mas tem gente de cidades vizinhas que ainda não conhecem. Esperamos que esta semana seja movimentada”, disse a presidente Marlene Gomes de Medeiros.

A exposição conta com uma programação que integra e beneficia as cadeias produtivas da agropecuária, agricultura familiar, caprinos, ovinos, têm estandes com demonstração sobre o cultivo e manejo correto da palma forrageira, informações sobre pesca e entrega de 40 mil alevinos para povoamento de açudes, além de possibilitar grandes negócios com a comercialização de máquinas, veículos, implementos agrícolas e venda de animais com genética exclusiva da Emepa.

 

Mais de 120 mil visitantes

A expectativa do Governo e da Sociedade Rural é que, até o dia 27, a 51ª EXPAPI receba 120 mil visitantes e movimente cerca de R$ 10 milhões. O secretário Rômulo Montenegro, em nome do governador, destacou as políticas públicas realizadas desde 2011 para que os eventos como as exposições pudessem voltar a acontecer sem sobressaltos para o Governo e principalmente para os criadores.

A abertura contou ainda com a participação do presidente do Sistema Faepa/Senar, Mário Borba; do presidente da Associação Paraibana dos Criadores de Caprinos e ovinos (Apacco), Pedro Martins; do reitor da UFCG, Vicemário Simões; do presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Campina Grande e da Cooperural, João de Deus Rodrigues; além de dirigentes da Sociedade Rural, ABCZ, Sebrae, Criadores de Mangalarga Marchador, Gestão Unificada e Empasa.

Com informações da Secom PB.


Comentários

Comentar

9657
Fale com o Sistema OCB/PB